Cursos 24 Horas

Cursos Online 24 Horas

Cursos Online com Certificado - Educação a Distância - Cursos 24 Horas

Termos Técnicos - Finanças

A_C   D_G   H_M   N_P   Q_W

H

Hedge

Um movimento de proteção ou estratégia para diminuir o nível de risco de uma determinada posição. Trata-se de uma operação financeira que pode ser realizada de diversas maneiras (por exemplo, através de opções ou derivativos) para proteger uma determinada posição contra indesejáveis variações futuras, por exemplo, fazendo um investimento de igual valor, mas em outro mercado. Os profissionais do mercado financeiro usam muito a expressão "fazer um hedge" ou "hedgiar" significando que estão tomando medidas preventivas para diminuir um determinado risco presente ou futuro.

No caso do investidor individual, "fazer um hedge" na sua carteira de investimentos, pode significar que ele está investindo num fundo de alto risco e, como contrapartida, vai fazer uma outra aplicação num fundo muito conservador para "hedgiar" sua posição global.

"Hedgiar"uma posição significa que não se pode ganhar o máximo durante todo o tempo em todos os investimentos, por isso, quando se "faz um hedge" está se abrindo mão de uma probabilidade de ganho total (e seu conseqüente risco) em prol de um menor risco, com ganho menor.

Hedger

Aquele que procura um “seguro” contra as variações futuras de preços; eles entram no mercado efetivamente comprando ou vendendo contratos referentes a uma quantidade física do produto agropecuário

Hedging Quando se opera em um mercado futuro, tendo-se a intenção de obter uma “garantia” contra as altas ou baixas de preços no futuro, abrindo-se posições, isto é, comprando ou vendendo contratos futuros

High Yield

Alta taxa de retorno. Os empréstimos em que as empresas pagam juros sensivelmente altos e que usualmente são feitos no mercado europeu, são classificados como de High Yield.

Holding (empresa)

Aquela que possui, como atividade principal, participação acionária em uma ou mais empresas.

I

IBA

Sigla de Índice Brasileiro de Ações. A exemplo do Ibovespa, é um outro índice que mede o comportamento das bolsas de valores. O índice é composto por ações das empresas que estiverem presentes em, no mínimo, 80% dos pregões nos últimos seis meses, com, no mínimo, dez operações em cada pregão.

IBOVESPA

Índice Bovespa (Ibovespa). Índice da Bolsa de Valores de São Paulo.

Mede a lucratividade de uma carteira hipotética das ações mais negociadas na BOVESPA. Cada ação integrante da carteira recebe um peso que varia de acordo com sua liquidez. Freqüentemente a composição e os pesos são alterados para melhor representar o mercado de ações.

IBX

IBX - Índice Brasil, é um índice que mede o retorno de uma carteira hipotética composta por 100 ações selecionadas entre as mais negociadas na BOVESPA, em termos de número de negócios e volume financeiro, ponderadas no índice pelo seu respectivo valor de mercado.

IDU

Sigla inglesa para Interest Due Unpaid

Um dos Títulos de dívida externa do governo brasileiro (bonds) de vencimento mais curto (vence em 2001), usualmente chamados de "Bradies".

IGPDI

Sigla de Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna.

Índice que mede a variação de preços no mercado de atacado, de consumo e construção civil. Este índice é formado pela soma ponderada de outros 3 índices : IPA - Índice de Preços ao Atacado, com um peso de 60%; IPC - Índice de Preço ao Consumidor, com um peso de 30%; e INCC - Índice Nacional da Construção Civil, com um peso de 10%.

O IGPDI exclui os produtos importados, considerando apenas o que é produzido internamente.

IGPM

Sigla de Índice Geral de Preços do Mercado.

Índice que mede a variação de preços no mercado de atacado, de consumo e construção civil. Este índice é formado pela soma ponderada de outros 3 índices : IPA - Índice de Preços ao Atacado, com um peso de 60%; IPC - Índice de Preço ao Consumidor, com um peso de 30%; e INCC - Índice Nacional de Construção Civil, com um peso de 10%.

O IGPM considera todos os produtos disponíveis no mercado, inclusive o que é importado.

Importância Segurada

Valor estabelecido pelo Segurado como limite do seu direito de indenização.

Indenização

E a importância que a companhia seguradora deverá pagar ao Segurado no caso da efetivação de um risco coberto no contrato de seguro.

Indexador

É o índice contratado para atualização monetária dos valores.

Índice de Sharpe

Índice utilizado por profissionais do mercado financeiro, que relaciona o risco e a rentabilidade envolvidos em determinado investimento, na tentativa de melhor qualificá-lo. O cálculo deste índice leva em consideração a volatilidade e o retorno do fundo acima da poupança. Quanto maior o retorno e menor o risco, maior será o Índice de Sharpe.

Inflação

Desequilíbrio monetário, ocasionado pela perda do poder de compra da moeda, devido ao aumento geral e desordenado dos preços de uma economia.

Insider

Investidor que tem acesso privilegiado a determinadas informações, antes que estas se tornem conhecidas no mercado.

Institucional (investidor)

Instituição que dispõe de vultosos recursos mantidos em certa estabilidade e destinados à reserva de risco ou à renda patrimonial e que investe parte dos mesmos no mercado de capitais.

Instituições Financeiras

Conjunto de organização que compõe o Mercado Financeiro. Dentre elas, podemos destacar: Bancos Comerciais, Bancos de Investimento, Caixa Econômica, Cooperativas de Crédito, Sociedades Corretoras e Distribuidoras. As normas operacionais de todas as instituições financeiras são estabelecidas pelo Banco Central.

Instituidora

É a pessoa jurídica contratante, a qual os participantes estão vinculados, que efetua contribuição ao plano de previdência.

Instrução

Instrumento de normatização usado por instituições governamentais como o Banco Central ou a Comissão de Valores Mobiliários para regulamentar o mercado financeiro.

IOF

Sigla para Imposto sobre Operações Financeiras.

O IOF incide sobre o ganho da aplicação de fundos de renda fixa com liquidez diária de acordo com uma tabela regressiva, até o 29º dia da aplicação, estando isentos a partir do 30º dia.

IPC

Índice de preço ao consumidor. Calcula a variação dos preços de uma 'cesta de consumo' média de uma determinada população.

IR

Sigla para Imposto de Renda.Imposto cobrado diretamente sobre a renda das pessoas e empresas. No caso das pessoas, quanto maior a renda maior a taxa do imposto incidente. Para as empresas, o percentual do imposto de renda depende do tipo da empresa e do regime de tributação no qual ela se enquadra.

Juros

Remuneração que o detentor do dinheiro cobra para conceder um empréstimo. O valor do juro (seu percentual) é considerado como o custo ou preço do dinheiro. Em economia, o dinheiro é considerado um bem disponível no mercado e portanto tem um preço, um custo. Alguns dos motivos pelos quais os juros aumentam são: quando há pouco dinheiro disponível no mercado ou quando a inadimplência aumenta.

K

Nenhuma palavra encontrada.

L

Lançador

No mercado de opções, aquele que vende uma opção, assumindo a obrigação de, se o titular exercer, vender ou comprar o lote de ações - objeto a que se refere.

Lançamento de opções

Operação de venda que dá origem às opções de compra ou de venda.

Lance

Preço oferecido em pregão para a compra ou venda de um lote de títulos, pelos representantes das sociedades corretoras.

Lastro

Garantia implícita em um ativo. Dizemos, por exemplo, que uma moeda tem lastro quando o seu valor é garantido e não se questiona sua aceitabilidade.

Leilão especial

Sessão de negociação em pregão, em dia e hora determinados pela bolsa de valores em que se realizará a operação.

Letra de câmbio

Título de crédito, emitido por sociedades de crédito, financiamento e investimento, utilizado para o financiamento de crédito direto ao consumidor.

Letra imobiliária

Título emitido por sociedades de crédito imobiliário, destinado à captação de recursos para o financiamento de construtores e adquirentes de imóveis.

LFT

Sigla para Letras Financeiras do Tesouro. Trata-se de uma modalidade de empréstimo do Governo brasileiro, na qual ele lança LFTs no mercado para captar recursos. As instituições financeiras interessadas compram essas LFTs (portanto cedendo dinheiro ao Governo) e as resgatam no período e valores previamente combinados. Estes papéis são pós-fixados, rendendo a taxa acumulada no mercado SELIC.

LFTE

Sigla para Letras Financeiras do Tesouro Estadual

Títulos idênticos as LFTs, só que emitidos por Governos Estaduais.

LIBOR (London Interbank Ordinary Rate)

É a taxa de juros normalmente cobrada pelos bancos londrinos.

Limite de Crédito

Valor máximo a ser utilizado mensalmente em compras pelo cliente.

Liquidez

Maior ou menor facilidade de se negociar um título ou um ativo, convertendo-o em dinheiro. Um investimento tem maior liquidez, quanto mais fácil for a conversão em dinheiro e quanto menor for a perda de valor envolvida nesta transação

Lote

Quantidade de títulos de característica idênticas.

Lote fracionário

Quantidade de ações inferior ao lote-padrão.

Lote-padrão

Lote de títulos de características idênticas e em quantidade pré-fixada pelas bolsas de valores.

Lote-redondo

Lote totalizando um número inteiro de lotes-padrões.

LTN

Sigla para Letras do Tesouro Nacional.

Título de dívida pré-fixado usado pelo Tesouro como instrumento de captação de recursos.

Lucratividade

Ganho líquido total propiciado por um título. Em bolsa, o lucro líquido proporcionado por uma ação, resultante de sua valorização em pregão em determinado período e do recebimento de proventos:

- dividendos, bonificações e/ou direitos de subscrição

- distribuídos pela empresa emissora, no mesmo intervalo de tempo

Lucratividade média

Média das várias lucratividade alcançadas por um título em diversos períodos.

Lucro

Remuneração advinda de uma operação. No contexto empresarial, lucro é o resultado de receita menos despesa.

Lucro Bruto

É o resultado apurado do total de receitas menos o total de despesas de uma empresa, não considerando a dedução de IR e as participações.

Lucro Líquido

É o saldo que resulta após a dedução de imposto de renda e diversas participações sobre o Lucro Bruto.

Lucro líquido por ação

Ganho por ação obtido durante um determinado período de tempo, calculado por meio da divisão do lucro líquido de uma empresa pelo número existente de ações.

M

Margem

> Montante fixado pelas Bolsas de Valores e de futuro, a ser depositado como garantia em dinheiro, títulos ou valores mobiliários, pelos investidores que atuam nos mercados futuro, a termo ou de opções. A cobrança de margem visa preservar os interesses dos investidores participantes destes mercados.

> Diferença entre o preço de venda e o custo de um produto.

Margem Bruta

Diferença entre o preço de venda e os custos envolvidos na fabricação de um produto. Esse indicador é uma medida de eficiência na produção.

Margem Líquida

Diferença entre o preço do produto e todos os custos e despesas envolvidos na fabricação.

Máximo

Cotação mais alta alcançada pelo papel ao longo do dia, até o momento da consulta.

Médio

Média das cotações do papel ao longo dia, ponderada pelo volume financeiro negociado.

Mega Bolsa

Novo sistema de negociação da BOVESPA, que engloba o pregão viva voz e os terminais remotos, e visa ampliar a capacidade de registro de ofertas e realização de negócios em um ambiente tecnologicamente avançado.

Mercado a Termo

Mercado onde se determinam quantidade, preço e data da liquidação de uma operação.

Mercado à vista

Mercado no qual a liquidação física (entrega dos títulos pelo vendedor) se processa no 2º dia útil após a realização do negócio em pregão e a liquidação financeira (pagamento dos títulos pelo comprador) se dá no 3º dia útil posterior à negociação, somente mediante a efetiva liquidação física.

Mercado Aberto

Também conhecido por mercado secundário, é onde são negociados títulos públicos já emitidos.

Mercado de ações

Segmento do mercado de capitais, que compreende a colocação primária em mercado de ações novas emitidas pelas empresas e a negociação secundária (em bolsas de valores e no mercado de balcão) das ações já colocadas em circulação.

Mercado de balcão

Mercado em que as operações não são registradas em Bolsas.Também chamado de "tailor made" ou "customizadas" por atenderem especificações dos clientes, esse mercado abrage não só negociações com ações, mas também com outros ativos.

Há duas modalidades distintas desse mercado:

mercado de balcão não organizado: mercado de compra e venda de ativos sem a coordenação de uma Bolsa de Valores, no qual as transações são normalmente conduzidas pelo telefone. São negociadas ações de empresas não registradas em Bolsas de Valores e outras espécies de títulos. Participam deste mercado corretoras, distribuidoras, alguns bancos e pessoas físicas.

mercado de balcão organizado: também chamado de SOMA (Sociedade Operadora de Mercado Aberto), funciona como um "pré-vestibular" para empresas que pretendem mais tarde ter suas ações negociadas nas bolsas de valores. Apresenta como vantagens principais menor custo e menores exigências.

Mercado de balcão organizado

Sistema organizado de negociação de títulos e valores mobiliários de renda variável pela comissãode Valores Mobiliários - CVM.

Regulado pela Instrução CVM n. 243, de 01/03/1996, que disciplina o seu funcionamento, o Mercado de Balcão Organizado tem como principal finalidade servir como um estágio para as empresas que desejam ter suas ações negociadas em bolsa. São empresas que ainda não possuem porte econômico que justifique registro em uma bolsa de valores (que acarreta em custos para a companhia), que necessitam de um período para se adaptar às normais mais exigentes e cujas ações ainda não possuem liquidez.

Mercado de Capitais

Conjunto de operações de transferência de recursos financeiros de prazo médio, longo ou indefinido, efetuadas entre agentes poupadores e investidores, por meio de intermediários financeiros.

Mercado de Opções

Mercado onde são negociados direitos de compra ou venda de um lote de valores mobiliários, com preços e prazos de exercícios pré-estabelecidos contratualmente. O titular (proprietário) de uma opção de compra, paga um prêmio e adquire o direito de comprar o ativo a um determinado preço, até a data de vencimento da mesma ou revender sua opção no mercado. O titular de uma opção de venda paga um prêmio e pode exercer sua opção de venda apenas na data de vencimento, ou pode revendê-la no mercado durante o período de validade da opção.

Mercado Financeiro

Mercado voltado para a transferência de recursos entre os poupadores e os investidores. No mercado financeiro são efetudas transações com títulos de prazos médios, longos e indeterminado, geralmente dirigidas ao financiamento dos capitais de giro e fixo.

Mercado Fracionário

Mercado Fracionário é aquele onde são negociados quantidade de ações que não chegam a completar um lotes padrão do papel. Por exemplo, um papel é negociado em lotes padrão de 1000 ações. Se você quiser comprar ou vender 10.000 ações, sua ordem será negociada no mercado inteiro, mas se você quiser negociar 4.500, 4000 ações serão negociados no mercado inteiro e as 500 ações restantes, que não chegam a formar um lote padrão serão negociadas no mercado fracionário.

Mercado futuro

Mercado onde são realizadas operações envolvendo lotes padronizados de commodities ou ativos financeiros. Neste mercado, os participantes apostam em cotações futuras destes ativos para se proteger ou simplesmente especular. Por exemplo, se há a crença de que a cotação futura de um ativo será 120 e o mercado precifica em 100, dever-se-ia comprar este índice futuro.

Mercado Integral

Mercado Integral é aquele onde são negociados lotes padrão do papel. Por exemplo, um papel é negociado em lotes padrão de 1000 ações. Se você quiser comprar ou vender 10.000 ações, sua ordem será negociada no mercado inteiro, mas se você quiser negociar 4.500, 4000 ações serão negociados no mercado inteiro e as 500 ações restantes, que não chegam a formar um lote padrão serão negociadas no mercado fracionário.

Mercado primário

É nele que ocorre a colocação de ações ou outros títulos, provenientes de novas emissões. As empresas recorrem ao mercado primário para completar os recursos de que necessitam, visando o financiamento de seus projetos de expansão ou seu emprego em outras atividades.

Mercado secundário

No qual ocorre a negociação dos títulos adquiridos no mercado primário, proporcionando a liquidez necessária.

MERCOSUL

Sigla para Mercado Comum Sul Americano Associação formada entre Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai com o objetivo de fortalecer estes países, aumentando a integração entre eles e unificando suas políticas setorial e macroeconômica.

Merval

Índice da Bolsa de Valores Argentina. Representa as ações mais negociadas do mercado argentino.

Meta

Segmento de negociação eletrônica da BOVESPA, apoiado no estabelecimento de preço base de negociação uma vez ao dia (fixing) e na atuação do Promotor de Negócios, que é uma pessoa jurídica, indicada pela empresa, que assume o compromisso de registrar diariamente ofertas firmes de compra e venda para o papel no qual se registrou, de acordo com normas regulamentares determinadas pela BOVESPA.

Mínimo

Cotação mais baixa alcançada pelo papel ao longo do dia, até o momento da consulta.

Moderado

Nome comumente dado aos fundos de investimento que buscam obter uma rentabilidade média no mercado. Para isso, os recursos são investidos em ativos de médio risco. Também usado para designar um tipo de perfil de investidor que prefere esse tipo de fundo. Situação intermediária entre o conservador e o agressivo.

Moeda de Privatização

Títulos usualmente negociados com deságio, que são aceitos pelo governo brasileiro nas privatizações.

Moeda Podre

Títulos de dívida que são negociados no mercado com deságio devido à dúvida sobre a capacidade do emissor em efetuar o pagamento no vencimento.

Monopólio

Forma de organização do mercado em que uma empresa domina a oferta de um determinado produto ou serviço que não pode ser substituído. A legislação da maioria dos países proíbe o monopólio, com exceção dos exercidos pelo Estado, geralmente em produtos e serviços estratégicos.

Moratória

Prorrogação de prazo solicitado pelo devedor, ou concedido pelo credor, para pagamento de uma dívida.

MSCI

Sigla para Morgan Stanley Capital International

Índice criado pela Morgan Stanley para acompanhar o desempenho das bolsas de valores. Para medir o comportamento das bolsas brasileiras, existe o MSCI -Brasil.

Mutualismo

Reunião de um grupo de pessoas, com interesses seguráveis comuns, que concorrem para a formação de uma massa econômica com a finalidade de suprir, em determinado momento, necessidades eventuais de algumas daquelas pessoas.

A_C   D_G   H_M   N_P   Q_W

 

 

Sobre a Autora    -     Contato     -     Mapa do Site     -     Política de Privacidade